Como sair de um aluguel de carro mais cedo

Para saber como sair do aluguel de carro, sem sofrer com dor de cabeça, esse é nosso assunto no blog.

Saiba primeiramente que há várias maneiras para alguém conseguir se livrar de uma locação de carro, cada uma tem várias formas e graus de dificuldade e com diferenciados níveis de risco.

Descubra nesse artigo porque ao sair de uma locação de carro se torna uma missão bastante desafiadora. Por quê? Siga a leitura e veja tudo.

O desafio para conseguir sair de um aluguel de carro

Se olharmos por um prisma detalhado, você não tem um patrimônio (significando “uma propriedade”) que seria esse carro que está locando.

Isso não devemos considerar o quanto pagou para iniciar o aluguel. Do outro hemisfério da situação, temos a entidade, no caso geralmente se trata de uma instituição financeira, como um banco.

Nessa condição o banco é propriamente dito o dono do carro, nisso sua apropriação do bem, nessa condição o veículo onde sua propriedade é zero.

Segundo aspecto a ser observado, que quando você faz uma assinatura de um contrato, está nesse ato fazendo um tipo de promessa que vai pagar uma quantia específica todos os meses, por um determinado número de parcelas, vamos citar 36, e o banco espera esse dinheiro que prometeu pagar.

Por essa maneira de raciocinar, o banco não quer o carro, obviamente pelo motivo de já o possuir. Ou seja, se o banco possuir o carro em, vamos dizer, uma falta de compromisso do aluguel.

Seguindo o pensamento, o pior resultado imaginado, em que quando um arrendatário deixa de efetuar o pagamento, o mesmo deverá reaver e posteriormente vender o veículo, nesse caso sempre em leilão, e não vai conseguir tanto dinheiro quanto estaria pagando todos os meses.

Lembrando ainda, que durante esse processo seu rating de crédito vai sofrer um drástica redução. Portanto, já podemos entender por que haviamos falado antes de como é difícil sair de um contrato de aluguel.

Mas estamos aqui para ajudar, orientando da melhor forma, por isso veja as várias maneiras de fazê-lo, em ordem crescente de conveniência, não que nenhuma seja especialmente desejável.

Você não quer usar como padrão a concessão

No caso que estamos analisando, em que existe uma inadimplência isso significa que você não pode mais efetuar os pagamentos ou mensalidades e simplesmente deixa de pagar.

O conselho é você nunca usar como padrão a concessão, vamos explicar detalhadamente sobre isso. Se optar por isso vai ter resultados absolutamente desastrosos.

aluguel de carro como se livrar

Pensamos juntos, se por um lado, você está quebrando um contrato. Ainda fica pior, onde a sua classificação de crédito será totalmente arrasada nos próximos anos.

Esse é um efeito negativo, que vai dificultar ou impossibilitar a obtenção de empréstimos ou cartões de crédito em um futuro, isso vai ter um reflexo pelo menos a taxas de juros razoáveis. Não faça isso.

Dica de voluntariamente devolver o veículo

Muito embora seja a melhor escolha, isso dizemos tanto no sentido financeiro e ainda sobre o fator de moral, analisando sobre simplesmente não fazer os pagamentos, o encerramento voluntário do contrato.

Pois isso vai custar uma exorbitante taxa de rescisão. Sem falar, é claro, que você pode ser inclusive responsabilizado por toda a depreciação do veículo e o mais triste da história que vai receber uma marca negativa no seu relatório de crédito.

Procure por uma saida que possa aliviar no arrendamento

A dica é exatamente para quem está passando por um momento financeiro momentâneo, mas consegue enxergar aquela luz no fim desse túnel, nesse caso o conselho é solicitar com a locadora do veículo uma folga.

Geralmente isso funciona caso possa afirmar que sua situação financeira é temporária. Lembrando que tudo isso não vai de modo algum, tirar você do contrato.

Na melhor das hipóteses, você consegue respirar um pouco mais, e vai ganhando um pouco de tempo. Torcendo para que nesse meio sua situação financeira não piore.

Vender ou comercializar o veículo locado é possível?

Vamos responder essa questão, fazendo outra pergunta: como você poderia vender um carro que não possui tecnicamente?

A resposta é algo que nos leva a um pensanmento que parece difícil de entender, mas diante da grande maioria das locações, isso permite que a pessoa possa comprar o carro que está locando a qualquer momento durante o período da locação.

Mas agora por outro lado, vender o carro alugado, você deveria perguntar à locadora do veículo quanto custaria comprar esse carro no momento atual.

Diante de tudo isso, você precisa fazer seria de encontrar alguém disposto a comprá-lo por esse valor.

Embora venha parecer algo bastante direto, mas, a menos que você possa pagar pelo valor em dinheiro por esse carro que seria algo improvável, desde que esteja tentando sair do contrato de arrendamento.

Tudo isso pode significar que você precisa mesmo é de convencer alguém que possa pagar por esse valor em dinheiro, com o detalhe de que tal carro que ainda não pagou por ele.

Encontre alguém para assumir seu contrato do carro

Agora por último vamos analisar essa saída, pois chegamos à melhor maneira de sair de um aluguel de carro, buscando não perder tanto.

Diria que nessa proposta que vamos citar agora, todas as partes obtêm o que desejam. Nesse caso achando alguém, essa pessoa vai assumir seu contrato e então vai começar a se responsabilizar pelo pagamento.

Sendo essas parcelas que você havia acordado com a empresa financeira, a partir de agora outra pessoa vai assumir, como se fosse você com a vantagem de ficar praticamente igual antes, a diferença que não mais do seu bolso.

Veja Também: Como financiar um carro: Guia com 4 etapas